Arquivo da tag: Segurança

Atraso na entrega de mercadoria comprada pela internet pode gerar indenização

Se houver atraso na entrega, as empregas deverão devolver ao cliente o valor pago pela mercadoria, além de pagar uma indenização correspondente ao valor do produto.

As empresas que venderem produtos pela internet e não entregarem a mercadoria no prazo previsto podem ser obrigadas a pagar indenização ao consumidor. A medida está prevista no Projeto de Lei 5179/13, do deputado Major Fábio (DEM-PB).

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Pelo texto, se houver atraso na entrega, as empregas deverão devolver ao cliente o valor pago pela mercadoria, além de pagar uma indenização correspondente ao valor do produto.

O dinheiro deverá ser entregue via depósito bancário ou cheque nominal – sempre no prazo máximo de cinco dias úteis.

O objetivo da proposta, segundo Major Fábio, é evitar que empresas façam a chamada venda por demanda, quando ofertam um produto pela internet sem tê-lo em estoque.

“O problema é que, depois da venda, esses comerciantes não conseguem o produto vendido no prazo acordado com o cliente, gerando frustração e diversos tipos de problemas ao consumidor”, alertou.

Tramitação

A proposta, que tramita de forma conclusiva, será analisada pelas comissões de Defesa do Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Com informações da Agência Câmara

Acre possui menos tentativas de fraudes nas compras online; Amazonas lidera ranking da Região Norte

Notebook, celular e relógios seguem como produtos com alto potencial de fraudes na hora da compra

Na Região Norte, o Amazonas apresentou mais tentativas de fraudes nas compras via Internet no primeiro semestre. Seguido pelo Amapá (6,8%) e Pará (5,1%). Os que mostraram menos tentativas de fraude foram Rondônia (3,1%), Acre (3,4%) e Roraima (3,9%). Avaliação é da ClearSale, empresa de gestão de risco de fraude no comércio eletrônico.

Foto: Reprodução/Shutterstock

Foto: Reprodução/Shutterstock

Do total de vendas eletrônicas da região Nordeste, 5,6% foram suspensas por suspeitas de irregularidades ou por confirmação de fraude. Em seguida no ranking estão o Norte (5,3%), Centro-Oeste (3,9%), Sudeste (3,1%) e Sul (1,5%).

Os produtos que mais sofreram tentativas de fraudes foram notebook (6%), celular (4,7%), relógios (4%), acessórios como brincos, cintos, pulseiras (2,6%). Ainda constam nos itens de produtos: artigos de beleza como cremes, perfumes, maquiagem, secador, entre outros (2,4%). Informática (2,1%), cine e foto (2%), automotivos (2%), games (1,9%) e roupas (1,8%).

Vendas eletrônicas em outras regiões

Na região Nordeste, a Bahia foi o Estado com mais tentativas de fraude (7,8%), seguido por Ceará (7,1%), Maranhão (5,5%) e Paraíba (4,3%). Ainda nesta região, Piauí (2,8%) foi o que registrou o menor percentual de irregularidades no comércio eletrônico. Na região Centro-Oeste, está Goiás (4,8%), seguido pelo Distrito Federal (4,2%). O que mostrou menos tentativas de fraude é o Estado do Mato Grosso do Sul (1,8%).

Na região Sudeste, o Estado que apresentou mais irregularidades no comércio eletrônico no primeiro semestre foi São Paulo (3,5%), seguido pelo Rio de Janeiro (3,3%). Os que mostraram menos tentativas de fraude foram Espírito Santo (1,9%) e Minas Gerais (2%). Na região Sul, o Rio Grande do Sul foi o Estado com menos tentativas de fraude (1,5%), seguido por Paraná (também com 1,5%) e Santa Catarina (1,7%).

Com informações do Portal Amazônia.com

Movimento Software Livre realiza oficinas de Rádio Web e Servidores Livres

Na medida em que a internet banda larga cresce no Brasil, as Rádios Livres ou web-rádios vão ficando ainda mais interessantes, seja como meio ou plataforma de difusão da comunicação e da cultura. A facilidade para ter uma web-rádio é grande. Um computador conectado internet e o seu áudio estará na rede para o mundo inteiro.

E para manter a web-rádio no ar, são necessários servidores, que também podem ser feitos em plataformas livres, usando softwares livres, gratuitos, principalmente aqueles baseados no sistema Linux. Pensando nisso, o Movimento Software Livre realiza novas oficinas, após o sucesso do Flisol, sobre Rádio e Servidores Livres.

Oficinas gratuitas serão realizadas no Teatro Barracão (Imagem: Divulgação)

Oficinas gratuitas serão realizadas no Teatro Barracão (Imagem: Divulgação)

A primeira etapa das oficinas (Rádio e Comunicação) será realizada nos dias 13 e 14 de agosto, enquanto a segunda etapa (Sevidores Livres vs. Comércio ) acontece nos dias 16 e 17. As oficinas são abertas e gratuitas, para maiores de 16 anos, que tenham interesse em aprender sobre novas formas de comunicação livre e serão realizadas no Teatro Barracão – Sobral.

“Nessa primeira oficina iremos trabalhar as Rádios Livres tanto de forma teórica, quanto prática. Iremos montar um servidor de Rádio Livre na internet, tudo através de ferramentas livres, sem nenhum programa pago”, destacou o assessor do governo, Carlos Alberto Araújo. A segunda etapa das oficinas irá trabalhar o assunto dos servidores livres e como usá-los para colocar uma rádio na rede.

PALESTRANTE – O treinamento será feito por Fernão Lopes, ativista de software livre, direto de São Paulo. Serão disponibilizadas 45 vagas para a comunidade, sendo 20 para a oficina de “Rádio e Comunicação” e 25 para “Sevidores Livres vs. Comércio”.

“Nosso trabalho na Secom/Fundac tem ido além do papel de comunicação institucional. Queremos nos aproximar e dialogar cada vez mais com a comunidade e, apoiar esse tipo de atividade é uma grande oportunidade. O governador Tião Viana e o secretário Leonildo Rosas acreditam e incentivam esse tipo de ação”, comenta a secretária Adjunta de Comunicação, Andréa Zílio.

O evento tem o apoio da Secretaria de Estado de Comunicação, Fundação Aldeia de Comunicação, Diretoria de Tecnologia da Informação e da Fundação Elias Mansour.

INSCRIÇÕES – Para realizar sua inscrição preencha o formulário disponível, aqui. Saiba mais também pela página do Movimento no facebook.

Curta o AcreTI e saiba mais: www.facebook.com/AcreTI

Com informações da Agência de Notícias do Acre

Microsoft paga 100 mil dólares por falhas no Windows 8.1

O Windows 8.1 começa a ganhar uma importância cada vez maior junto da Microsoft. Muito se espera desta nova versão do Windows e do que vai trazer de novo para os seus utilizadores.

A Microsoft confia plenamente nas capacidades do seu novo sistema operativo e por isso resolveu atribuir prêmios monetários para quem descobrir problemas de segurança no novo Windows 8.1.

Windows_8_Start

De acordo com o que foi publicado no site de segurança da Microsoft, esta empresa está a atribuir prêmios de 100 mil dólares a quem descobrir problemas de segurança associados à versão Windows 8.1 Preview do seu mais recente sistema operativo.

Por fim a Microsoft oferece ainda um prêmio de 11 mil dólares a quem descobrir vulnerabilidades críticas na versão Preview do Internet Explorer 11, que vai correr no Windows 8.1.Estes prêmios são acrescidos de 50 mil dólares se for dada uma indicação que possa ajudar a mitigar e a resolver o problema que foi encontrado.

Este tipo de técnica de recompensa por detecção de falhas não é normal na Microsoft, mas a confiança no seu novo sistema operativo leva-a a tomar estas medidas.

A decisão da mudança de postura da Microsoft e a adoção deste modelo prende-se, segundo a empresa, na necessidade de tomar conhecimento destas falhas de forma antecipada e para aumentar o ganho para ambas as partes envolvidas no processo (Microsoft e consumidores).

Este programa iniciou-se no dia 26 de Junho, data de lançamento oficial da versão Preview do Windows 8.1.

Facebook lança sistema de “contas verificadas” semelhante a existente no Twitter

facebook-conta-verificada

O Facebook lançou na quarta-feira (29) seu sistema de verificação de contas. Por meio dele, agora é possível distinguir páginas e perfis de personalidades entre os vários fakes que, normalmente, existem deles.

De acordo com o Mashable, o sistema não será disponibilizado para todas as pessoas. O foco são celebridades, políticos, marcas populares e alguns jornalistas famosos.

O símbolo de “conta verificada” é bem parecido com o do Twitter e é exibido no topo das páginas, bem como nas miniaturas apresentadas em resultados de busca.

No Acre, alguns políticos possuem páginas fakes no facebook que são usadas para denegrir sua imagem. Durante as eleições no Estado, o candidato Tião Bocalom foi surpreendidos com uma perfil falso no twitter (veja aqui) que fazia publicações falsas sobre sua campanha.

Atualmente, o Governador Tião Viana também é vítima de um perfil fake no Facebook que realiza publicações zombadoras de suas ações, porém, o perfil não usa um foto de Viana no perfil e sim um desenho sua pessoa.

Não se sabe se todos os políticos terão acesso a ferramenta para oficializar sua conta ou somente os presidentes, como o caso do Barack Obama, dos EUA.

Da redação do AcreTI.net, com informações do Administradores.com