Arquivo da tag: Notebook

UFAC irá entregar 700 notebooks para os professores

(Foto: Cleuton Almeida/NTI)

(Foto: Cleuton Almeida/NTI)

O Núcleo de Tecnologia de Informação (NTI) da Universidade Federal do Acre (Ufac) recebeu 700 notebooks que serão entregues aos docentes da instituição. A distribuição  faz parte de um conjunto de ações previsto no Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) da universidade.

Mais tecnologias estão sendo adquiridas

Além dos notebooks já recebidos, estão sendo adquiridas telas de projeção para as salas de aula, projetores multimídia e lousas de vidro temperado. Todos estão em processo de aquisição, da mesma forma que a rede de internet sem fio. “Até final do ano, em dezembro, devemos ter os outros materiais aqui”, afirmou o diretor do NTI, Cleuton Almeida. “Tudo foi pensado para dar condições mínimas aos docentes e discentes da instituição”.

Porém, os notebooks ainda passarão 02 semanas no NTI para instalação e configuração de programas, e depois de patrimoniados, serão entregues pelo reitor Minoru Kinpara aos professores da Ufac.

Alguns alunos do curso de tecnologia da universidade aproveitaram para questionar a ação, visto que os laboratórios do curso de sistemas de informação, por exemplo, estão com computadores defeituosos, cadeira quebradas e rede sem conexão. “Enquanto isso, às vezes é um suplício encontrar um computador com internet nos laboratórios do curso de tecnologia da universidade”, reclamou Gustavo Cardial nas redes sociais.

Com informações da ASCOM UFAC

Passei Direto: o novo sucesso entre Estudantes

Mais de 150 alunos da Universidade Federal do Acre (UFAC) já estão na rede social. Na Região Norte, UFAM lidera com mais de 500 acadêmicos na rede.

Uma rede social com foco acadêmico que tem a missão de criar uma nova forma de estudar: através da colaboração.  É assim que se define o Passei Direto, site que auxilia estudantes a melhorarem o rendimento na universidade.

O Passei Direto (PD) permite que os alunos compartilhem arquivos por disciplina, cronograma semestral, agenda de eventos, além de acompanharem quais colegas estão cursando quais matérias e poderem tirar dúvidas com alunos de seu curso de todas as universidades do Brasil em tempo real.

A ferramenta foi criada por alunos da PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro) e facilita o fluxo de informações entre alunos – algo que seria impossível no mundo offline – que compartilham estudos, exercícios, trabalhos e até anotações de aula.

A rede, que entrou no ar em agosto de 2012, teve tanto sucesso que, pouco mais de um mês depois, com 200 mil usuários de 40 universidades, precisou ser fechada para ser reestruturada de modo a garantir o acesso e a boa navegação à multidão que bate à sua porta. Agora, o Passei Direto acaba de abrir seu sistema para todas as universidades e alunos do Brasil. A fila de espera para utilizar o sistema era de mais de 80.000 alunos!

Aberto para todas as Universidades (Foto: Reprodução)

Aberto para todas as Universidades (Foto: Reprodução)

A equipe do Passei Direto lança novas ferramentas de acordo com a demanda dos alunos e tem o objetivo de trazer soluções para todas as etapas da vida acadêmica do aluno. O sistema – inédito no Brasil e no mundo – não possui vínculo com as instituições de ensino e é 100% gratuito.

Game PD: De Calouro a Oráculo

O PD se torna também um game em que os usuários ganham pontos por cada download do arquivo postado e por cada curtida. De acordo com a pontuação, o usuário pode sair da posição de calouro e chegar a ser oráculo.

“A gente faz o pessoal colaborar com a ‘gameficação’. O usuário posta um conteúdo, as pessoas dão um ‘like’, baixam o arquivo, e isso gera a pontuação, que vai de calouro a oráculo. Vira uma competição de colaboração”, diz André, ressaltando o caráter colaborativo do Passei Direto, que não produz conteúdo, mas organiza os arquivos postados.

passei-direto-gamificacao

Evolução e Investimentos

Os cariocas Rodrigo, de 24 anos, e André, de 26, hoje se dedicam ao projeto mais de dez horas por dia. A equipe original de 5 pessoas cresceu para 20, e, de um servidor, a rede hoje conta com oito. Tudo isso num amplo espaço numa cobertura em Copacabana, na Zona Sul do Rio, onde fica a sede do Grupo Xangô, holding brasileira que cria e acelera startups de tecnologia, e que foi a primeira a apostar no projeto dos jovens.

A equipe do Passei Direto, com André Simões, Rodrigo Salvador (no meio) e o programador Bruno (Foto: Lilian Quaino/G1)

A equipe do Passei Direto, com André Simões, Rodrigo Salvador (no meio) e o programador Bruno (Foto: Lilian Quaino/G1)

Neste quase um ano em que o site ficou fechado para novos usuários, foram feitos investimentos em tecnologia, usabilidade e servidor, além de seguidos testes. Houve reestruturação do banco de dados, investimento na escalabilidade do sistema, aprimoramento de antigas funcionalidades e criação de novas. Os servidores saíram de um data center físico para um ambiente de computação na nuvem, o que torna possível inicializar instantaneamente centenas de servidores de acordo com a demanda.

Toda essa mudança aconteceu, segundo os rapazes, graças ao “aporte milionário” da Redpoint e Ventures, um dos maiores fundos de venture capital em atuação no Brasil, investidor do Grupo Xangô. Eles não citam o valor dos investimentos.

Como surgiu o Passei Direto?

Formado em comunicação social, e com pós-graduação em gestão de negócios, Rodrigo, que cursa agora administração de empresas na PUC-RJ, teve a ideia de criar a rede social com foco acadêmico e criou um site com o nome pouco atraente de Campus Virtual. Mas o site estava ruim, reconhece, e ele precisava de um sócio com bons conhecimentos de tecnologia não só para alavancar o site, mas também para, juntos, tentarem o apoio da 21212, aceleradora de startups, que abria seu processo seletivo.

A equipe do Passei Direto analisando o movimento do site (Foto: Lilian Quaino/G1)

A equipe do Passei Direto analisando o movimento do site (Foto: Lilian Quaino/G1)

Um amigo o apresentou a André, que cursa engenharia de computação também na PUC-RJ, e que também tinha um site de relacionamentos com foco acadêmico. Nasceu o Passei Direto, cujo projeto chegou a ser aprovado para ser acelerado pela 21212. Mas eles optaram pelo Grupo Xangô, que se interessou pelo projeto e ofereceu o seed capital. O início, segundo Rodrigo, foi bizarro.

“Primeiro a gente divulgou entre os alunos da PUC e, em poucos dias, um terço da universidade já estava cadastrada. De forma despretensiosa, expandimos para outras universidades. Aí foi uma coisa viral absurda, teve dias em que registramos 30 mil cadastros e 210 mil visitas”, conta.

Foi aí que eles decidiram fechar o sistema, ficar com 40 universidades, para preparar a volta em alto estilo tecnológico.

Versão Mobile e expansão para o Ensino Médio

Os rapazes anunciam para outubro a versão mobile do PD, para iOS e Android. E têm o plano audacioso de expandir o acesso à rede a usuários não vinculados a universidades, para que todos possam se beneficiar do conhecimento arquivado no banco de dados. Outra etapa do projeto é abrir o PD para o Ensino Médio.

Acesse o Passei Direto e descubra uma nova forma de estudar, que está dando muito que falar nos corredores das universidades: www.passeidireto.com.

Com informações do G1 e  Administradores

No Acre, mais de 2 mil tablets são entregues aos Professores

Professores do Acre recebem mais de 02 mil tablets.

Para oferecer aos professores novas ferramentas tecnológicas e melhorar a elaboração dos conteúdos das aulas, todos os professores da rede pública do Acre que atuam no ensino médio estão recebendo tablets do governo do Estado. A entrega dos tablets faz parte do Programa Educação Digital e os recursos são provenientes do Plano de Ações Articuladas (PAR) totalizando R$ 857 mil.

Em todo o Estado, foram entregues 2.411 tablets equipados com conteúdos educacionais, aplicativos de comunicação e interação, portais educacionais do Ministério da Educação, publicações especializadas, ferramentas de edição de imagens e outros. Além dos aplicativos educacionais podem ser utilizados para acessar a internet.

Mais de 2 mil tablets foram entregues para os professores do ensino médio no Acre (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Mais de 2 mil tablets foram entregues para os professores (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Os primeiros equipamentos foram entregues para os professores da rede estadual, lotados no ensino médio, em Cruzeiro do Sul, com a entrega de 272 tablets para os professores no inicio do mês de agosto.

No jordão, os 18 professores que lecionam para o ensino médio receberam tablets com conteúdo pedagógico.  Em Santa Rosa, foi anunciada a entrega de 16 tablets. Assis Brasil, Capixaba, Senador Guiomard, Porto Acre também receberam os equipamentos.

Na manhã do último dia 21,  foram entregues 1.113 equipamentos para os educadores de Rio Branco, capital do Acre.

“No meu tempo não havia tecnologia disponível além do rádio, depois chegou a televisão. O que quero dizer a vocês é que os sonhos e a determinação em realizá-los é o que muda o destino. Eu não tive os recursos que vocês têm hoje, e lutei para me tornar médico e professor. A educação é nosso maior bem”, incentivou o governador do Estado Acre, Tião Viana.

Tião Viana disse ainda que 4 horas de navegação bem dirigida na internet podem equivaler a 1 mês inteiro de aulas tradicionais. “Mas há valores que só os professores podem passar, que é a cidadania, o respeito ao próximo, a dignidade, o caráter, o voluntariado, o companheirismo. Essa é a missão a ser construída por vocês nas salas de aula”, disse.

Professores receberam tablets das mãos do Governador Tião Viana (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Professores receberam tablets das mãos do Governador Tião Viana (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Inclusão digital no Acre

A inclusão digital no Estado tem como exemplo, o programa Floresta Digital, distribuição de netbooks para os alunos do ensino médio em 2011 e atualmente a entrega de tablets como parte do programa Educação Digital, que tem como objetivo instrumentalizar e formar professores e gestores das escolas públicas brasileiras para o uso interativo das tecnologias de inclusão digital no processo de ensino-aprendizagem.

“Com o acesso aos tablets, os professores certamente poderão preparar conteúdos muito melhores, terão acesso a milhares de aulas que são compartilhadas e a um banco de dados nacional preparado para facilitar essa relação do professor com o aluno no universo digital. Esses equipamentos vão possibilitar que os professores estejam mais bem preparados”, observou o senador Aníbal Diniz.

Segundo o secretário de Educação, Daniel Zen, os professores terão mais condições de preparar as aulas e não ficarão de fora no processo da evolução tecnológica, das novas ferramentas. Os professores que receberem os tablets assinaram um termo se responsabilizando pelo equipamento e terão o CPF vinculado.

Para a professora Jacimara de Sousa Araújo, a educação do Acre vive um novo momento. “Os professores também são responsáveis por repassar conteúdos atualizados e inseridos com as novas tecnologias. Nossos alunos hoje são inseridos num mundo globalizado. Os tablets representam mais um desafio e aprendizado para os professores da rede pública de ensino”, declarou a professora.

Em todo Estado mais de 02 mil tablets entregues (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Em todo Estado mais de 02 mil tablets entregues (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Com informações da Agência de Notícias do Acre.

– Leia também: Professores de Roraima recebem mais de mil tablets educacionais

Acre possui menos tentativas de fraudes nas compras online; Amazonas lidera ranking da Região Norte

Notebook, celular e relógios seguem como produtos com alto potencial de fraudes na hora da compra

Na Região Norte, o Amazonas apresentou mais tentativas de fraudes nas compras via Internet no primeiro semestre. Seguido pelo Amapá (6,8%) e Pará (5,1%). Os que mostraram menos tentativas de fraude foram Rondônia (3,1%), Acre (3,4%) e Roraima (3,9%). Avaliação é da ClearSale, empresa de gestão de risco de fraude no comércio eletrônico.

Foto: Reprodução/Shutterstock

Foto: Reprodução/Shutterstock

Do total de vendas eletrônicas da região Nordeste, 5,6% foram suspensas por suspeitas de irregularidades ou por confirmação de fraude. Em seguida no ranking estão o Norte (5,3%), Centro-Oeste (3,9%), Sudeste (3,1%) e Sul (1,5%).

Os produtos que mais sofreram tentativas de fraudes foram notebook (6%), celular (4,7%), relógios (4%), acessórios como brincos, cintos, pulseiras (2,6%). Ainda constam nos itens de produtos: artigos de beleza como cremes, perfumes, maquiagem, secador, entre outros (2,4%). Informática (2,1%), cine e foto (2%), automotivos (2%), games (1,9%) e roupas (1,8%).

Vendas eletrônicas em outras regiões

Na região Nordeste, a Bahia foi o Estado com mais tentativas de fraude (7,8%), seguido por Ceará (7,1%), Maranhão (5,5%) e Paraíba (4,3%). Ainda nesta região, Piauí (2,8%) foi o que registrou o menor percentual de irregularidades no comércio eletrônico. Na região Centro-Oeste, está Goiás (4,8%), seguido pelo Distrito Federal (4,2%). O que mostrou menos tentativas de fraude é o Estado do Mato Grosso do Sul (1,8%).

Na região Sudeste, o Estado que apresentou mais irregularidades no comércio eletrônico no primeiro semestre foi São Paulo (3,5%), seguido pelo Rio de Janeiro (3,3%). Os que mostraram menos tentativas de fraude foram Espírito Santo (1,9%) e Minas Gerais (2%). Na região Sul, o Rio Grande do Sul foi o Estado com menos tentativas de fraude (1,5%), seguido por Paraná (também com 1,5%) e Santa Catarina (1,7%).

Com informações do Portal Amazônia.com

FLISoL acontece no próximo sábado no Acre

Movimento Acreano de Software Livre realizará o FLISoL Acre no sábado, 27, no Teatro Barracão.

Flisol Acre acontece no Teatro Barracão (Imagem: Divulgação)

Flisol Acre acontece no Teatro Barracão (Imagem: Divulgação)

No próximo final de semana acontece o maior evento da América Latina de Software Livre, o FLISoL (Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre) que é realizado desde o ano de 2005, e desde 2008 sua realização acontece no quarto sábado de abril de cada ano, e tem como principal objetivo promover o uso de Software Livre, mostrando ao público em geral sua filosofia, abrangência, avanços e desenvolvimento.

Para alcançar estes objetivos, diversas comunidades locais de Software Livre (em casa país/cidade), organizam simultaneamente eventos em que se instala, de maneira gratuita e totalmente legal, Software Livre nos computadores dos participantes. Além disso, paralelamente acontecem palestras, apresentações e workshops, sobre temas locais, nacionais e latino-americanos sobre Software Livre, em toda a sua expressão: artística, acadêmica, empresarial e social.

Os Estados do Acre, São Paulo e Distrito Federal vão realizar também uma vídeo conferência via G+ Hangout.

Confira a Programação do Evento (Nova/Atualizada)

# Manhã:

09h: Redes Sociais além da internet – com Adaildo Neto e Andreia Zilio;

10h30: Porque usar software Livre? – Lenno Azevedo;

# Tarde:

14h: Hangout com o editor-chefe da Revista Espirito Livre – João Fernando (ES);

16h: Uso do software livre com negócios na web – Daniel Leandro (DF);

17h: ETC e tal com Renne Silva, da “Voz das Comunidades” (RJ).

* Lenno Azevedo é o embaixador do sistema Fedora, representante do Mozilla Firefox no Acre e escreve artigos para o AcreTI.net

Local

  • Teatro Barracão (Estrada da Sobral, 425 – Sobral – próximo a praça da semsur | Rio Branco – AC).

Data e horário

  • Data: 27 de abril de 2013 (sábado) das 08h00m às 18h00m.

Confira a chamada para o FLISOL #Acre no vídeo abaixo:

Saiba mais sobre o evento: http://www.flisol.net/FLISOL2013/Brasil/RioBranco