Hackers exploram tragédia da Boate Kiss em Santa Maria

Apesar de toda a tragédia na Boate Kiss, em Santa Maria – RS, que matou mais de 231 pessoas no último domingo (27), cibercriminosos estão explorando o incêndio a boate enviando emails com links que prometem videos e imagens da tragédia, mas que na verdade são trojans que buscam roubar dados do usuário.

Fachada: Antes e Depois (Foto: Estadao)

Fachada da Boate Kiss: Antes e Depois (Foto: Estadao)

Nesta terça-feira, 29, a Kaspersky Lab, alertou sobre os emails dizendo que as mensagens vem com um arquivo em anexo chamado “video.zip”, que na verdade é um malware (vírus) que redireciona os usuários para sites falsos de bancos.

A primeira mensagem foi registrada na manhã de segunda-feira, com o título “Vídeo mostra momento exato da tragédia em Santa Maria no Rio Grande do Sul”, segundo a empresa. Então, caso você tenha recebido ou venha receber algum email com este título, exclua imediatamente.

“Os cibercriminosos exploram a curiosidade dos usuários para disseminar trojans bancários e, assim, infectar e roubar o maior número possível de pessoas. Este tipo de ataque é muito comum em casos de grande repercussão e comoção social”, explica Fábio Assolini, analista de malware da Kaspersky.

Cuidado nas Redes Sociais

Além disso, a empresa Kaspersky Lab alerta os usuários de redes sociais, prevendo que deverá haver potenciais ataques em breve, principalmente no Facebook, também relacionados à tragédia de Santa Maria.

Estes sites são conhecidos pela rápida disseminação de conteúdo e são ideais para disseminação de links maliciosos. O Analista da Kaspersky, Assolini, pede cautela ao usuário, que deve evitar clicar em links que prometem fotos ou vídeos da tragédia, mesmo que tenham sido enviados pelos seus contatos.

Com informações do Olhar Digital e Kaspersky Lab.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *