Aplicativo para cinema desenvolvido por Alunas de Roraima conquista terceiro lugar em concurso

Aplicativo ‘Cinema e Pipoca’ disponibiliza informações sobre os filmes que estão em cartaz.

Hoje os aplicativos ajudam as pessoas em diferentes situações do dia. Pensando nisso, duas alunas do Curso Técnico em Informática, do Instituto Federal de Roraima (IFRR), desenvolveram o ‘Pipoca e Cinema’ para celulares com sistema Android. O projeto foi premiado em terceiro lugar no Concurso Nacional Campus Mobile, realizado pelo Instituto Claro, no período de 15 a 19 de julho em São Paulo (SP).

Foto: Cíntia Vasconcelos/Cedida

Foto: Cíntia Vasconcelos/Cedida

O aplicativo, desenvolvido em um período de sete meses, disponibiliza aos usuários informações sobre os filmes que estão em cartaz no cinema local, as sinopses e as seções disponíveis. Cíntia Vasconcelos e Isabele Medeiros eram as únicas estudantes de ensino médio a participarem do evento.

— Leia também: Boate acreana lança aplicativo para dispositivos móveis

— Veja ainda: Uninorte App: Aplicativo para acadêmicos

Dentre 46 projetos de estudantes de todo o País selecionados para a fase presencial do concurso, o “Cinema e Pipoca” conquistou o terceiro lugar na categoria Empreendedorismo.

O professor de informática Vinícius Tocantins supervisionou o trabalho desenvolvido pelas alunas. De acordo com ele, o projeto é como um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), que substitui o estágio obrigatório. “Meu auxílio foi praticamente superficial, o mérito é completamente delas. E o Instituto Federal provocou o interesse para que elas pudessem desenvolver um software competitivo”, avalia.

“Atualmente, a maioria das pessoas tem um smartphone e o mercado local não possui nenhum aplicativo de funcionalidade que os clientes daqui possam usar”, explicou Isabele. A estudante comentou que o cinema é o ambiente de entretenimento -procurado por um público diverso e de faixa etária variada- e este é o motivo pelo qual procuraram desenvolver o aplicativo.

Análise de mercado

Para o projeto as acadêmicas realizaram uma pesquisa local e constataram que 69% das pessoas entrevistadas estão insatisfeitas com o sistema de venda de ingressos do cinema local. “Nossa ideia é que o aplicativo também venda ingresso e assim, promova praticidade para o cliente”, disse Cíntia.

Por se tratar de um projeto de inovação tecnológica, a proposta das alunas agora é buscar a patente do aplicativo. Por isso, estão realizando uma busca para verificar o ineditismo. “Por enquanto o ‘Pipoca e Cinema’ funciona apenas no sistema Android, mas nosso plano é desenvolvê-lo também nos sistemas iOs e Windows Phone”, enfatizou Cíntia.

Fonte: Portal Amazônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *