Arquivos da categoria: Mídias Sociais

5 truques do Facebook para melhorar sua experiência com a plataforma

maxresdefault

A rede social mais popular do mundo ainda possui truques “escondidos”. Apesar de estar em ação há mais de uma década, o Facebook ainda possui dicas que muita gente pode ainda não conhecer. O jornal Telegraph listou 5 truques que podem ajudar a melhorar a sua experiência na plataforma. Confira:

1. Veja quem rejeitou seu pedido de amizade
Se você fez um pedido de amizade para alguém e nunca soube a resposta, saiba como ver se o usuário rejeitou a solicitação: Em Solicitações de Amizade, clique em Ver tudo e clique em Ver solicitações enviadas.
O Facebook vai exibir os pedidos feitos e mostrar se eles foram aceitos ou não.

2. Veja vídeos de pessoas em todo o mundo
O Facebook Live permite transmitir vídeos ao vivo para a rede social, mas pouca gente conhece outra característica do recurso que permite conhecer novos locais e culturas usando o streaming. Em Aplicativos, seção que fica à esquerda da tela, clique em Vídeos ao Vivo e escolha um local do mundo no mapa para ver o que está sendo gravado em tempo real.

3. Acesse mensagens ocultas na caixa de entrada
Este truque é mais conhecido: na caixa de entrada do Facebook há uma pasta onde ficam solicitações de mensagens de usuários que não são seus amigos. Para visualizar esse tipo de mensagem, clique emSolicitações de Mensagens e clique em Mais e em Filtrados.

4. Jogue xadrez
Você sabia que é possível jogar xadrez no Facebook? Abra uma conversa com a pessoa que deseja jogar e digite ‘play @fbchess’. Confira os atalhos das peças: K para mover o rei, Q para a rainha, B para o bispo, Npara o cavalo, R para a torre e P para o peão.

5. Saia do Facebook remotamente
Se você esquecer seu Facebook logado em um computador público ou não quiser que ninguém tenha acesso ao seu perfil caso o esqueça em algum dispositivo, vá em Configurações, Segurança e clique em Onde você está conectado. Lá é possível fazer o logout dos dispositivos.

Gostou? Compartilhe.

Facebook é tema de documentário no Acre

No próximo sábado, dia 21 de setembro, acontece a próxima sessão do projeto “Cinema das Ideias”, que exibirá o documentário “Vítimas do Facebook”. A exibição começa às 19h, no Cine Teatro Recreio – Na Gameleira.

O documentário lança um olhar sobre as consequências inesperadas de pessoas que compartilham suas informações pessoais nas mídias sociais. Neles estão pessoas que perderam seus empregos, acabaram seus casamentos, perderam a dignidade, ou que até foram presas — tudo por causa de suas próprias postagens, ou de outras pessoas, no Facebook.

No final, o filme será comentado pela professora Letícia Mamed , do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal do Acre (UFAC).

O “Cinema de Ideias” é desenvolvido em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc). A equipe é formada por duas alunas e pelo professor de filosofia da Ufac, Miguel Ângelo. O projeto conta com o beneficio do Programa de Excelência Acadêmica (Proex) e com a ajuda de outros parceiros, como Cine Teatro Recreio, Memorial dos Autonomistas, Fundação Garibaldi Brasil, Biblioteca Pública e Biblioteca da Floresta.

cinema-ideias-facebook-ufac-2

Com informações do Portal da UFAC

Passei Direto: o novo sucesso entre Estudantes

Mais de 150 alunos da Universidade Federal do Acre (UFAC) já estão na rede social. Na Região Norte, UFAM lidera com mais de 500 acadêmicos na rede.

Uma rede social com foco acadêmico que tem a missão de criar uma nova forma de estudar: através da colaboração.  É assim que se define o Passei Direto, site que auxilia estudantes a melhorarem o rendimento na universidade.

O Passei Direto (PD) permite que os alunos compartilhem arquivos por disciplina, cronograma semestral, agenda de eventos, além de acompanharem quais colegas estão cursando quais matérias e poderem tirar dúvidas com alunos de seu curso de todas as universidades do Brasil em tempo real.

A ferramenta foi criada por alunos da PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro) e facilita o fluxo de informações entre alunos – algo que seria impossível no mundo offline – que compartilham estudos, exercícios, trabalhos e até anotações de aula.

A rede, que entrou no ar em agosto de 2012, teve tanto sucesso que, pouco mais de um mês depois, com 200 mil usuários de 40 universidades, precisou ser fechada para ser reestruturada de modo a garantir o acesso e a boa navegação à multidão que bate à sua porta. Agora, o Passei Direto acaba de abrir seu sistema para todas as universidades e alunos do Brasil. A fila de espera para utilizar o sistema era de mais de 80.000 alunos!

Aberto para todas as Universidades (Foto: Reprodução)

Aberto para todas as Universidades (Foto: Reprodução)

A equipe do Passei Direto lança novas ferramentas de acordo com a demanda dos alunos e tem o objetivo de trazer soluções para todas as etapas da vida acadêmica do aluno. O sistema – inédito no Brasil e no mundo – não possui vínculo com as instituições de ensino e é 100% gratuito.

Game PD: De Calouro a Oráculo

O PD se torna também um game em que os usuários ganham pontos por cada download do arquivo postado e por cada curtida. De acordo com a pontuação, o usuário pode sair da posição de calouro e chegar a ser oráculo.

“A gente faz o pessoal colaborar com a ‘gameficação’. O usuário posta um conteúdo, as pessoas dão um ‘like’, baixam o arquivo, e isso gera a pontuação, que vai de calouro a oráculo. Vira uma competição de colaboração”, diz André, ressaltando o caráter colaborativo do Passei Direto, que não produz conteúdo, mas organiza os arquivos postados.

passei-direto-gamificacao

Evolução e Investimentos

Os cariocas Rodrigo, de 24 anos, e André, de 26, hoje se dedicam ao projeto mais de dez horas por dia. A equipe original de 5 pessoas cresceu para 20, e, de um servidor, a rede hoje conta com oito. Tudo isso num amplo espaço numa cobertura em Copacabana, na Zona Sul do Rio, onde fica a sede do Grupo Xangô, holding brasileira que cria e acelera startups de tecnologia, e que foi a primeira a apostar no projeto dos jovens.

A equipe do Passei Direto, com André Simões, Rodrigo Salvador (no meio) e o programador Bruno (Foto: Lilian Quaino/G1)

A equipe do Passei Direto, com André Simões, Rodrigo Salvador (no meio) e o programador Bruno (Foto: Lilian Quaino/G1)

Neste quase um ano em que o site ficou fechado para novos usuários, foram feitos investimentos em tecnologia, usabilidade e servidor, além de seguidos testes. Houve reestruturação do banco de dados, investimento na escalabilidade do sistema, aprimoramento de antigas funcionalidades e criação de novas. Os servidores saíram de um data center físico para um ambiente de computação na nuvem, o que torna possível inicializar instantaneamente centenas de servidores de acordo com a demanda.

Toda essa mudança aconteceu, segundo os rapazes, graças ao “aporte milionário” da Redpoint e Ventures, um dos maiores fundos de venture capital em atuação no Brasil, investidor do Grupo Xangô. Eles não citam o valor dos investimentos.

Como surgiu o Passei Direto?

Formado em comunicação social, e com pós-graduação em gestão de negócios, Rodrigo, que cursa agora administração de empresas na PUC-RJ, teve a ideia de criar a rede social com foco acadêmico e criou um site com o nome pouco atraente de Campus Virtual. Mas o site estava ruim, reconhece, e ele precisava de um sócio com bons conhecimentos de tecnologia não só para alavancar o site, mas também para, juntos, tentarem o apoio da 21212, aceleradora de startups, que abria seu processo seletivo.

A equipe do Passei Direto analisando o movimento do site (Foto: Lilian Quaino/G1)

A equipe do Passei Direto analisando o movimento do site (Foto: Lilian Quaino/G1)

Um amigo o apresentou a André, que cursa engenharia de computação também na PUC-RJ, e que também tinha um site de relacionamentos com foco acadêmico. Nasceu o Passei Direto, cujo projeto chegou a ser aprovado para ser acelerado pela 21212. Mas eles optaram pelo Grupo Xangô, que se interessou pelo projeto e ofereceu o seed capital. O início, segundo Rodrigo, foi bizarro.

“Primeiro a gente divulgou entre os alunos da PUC e, em poucos dias, um terço da universidade já estava cadastrada. De forma despretensiosa, expandimos para outras universidades. Aí foi uma coisa viral absurda, teve dias em que registramos 30 mil cadastros e 210 mil visitas”, conta.

Foi aí que eles decidiram fechar o sistema, ficar com 40 universidades, para preparar a volta em alto estilo tecnológico.

Versão Mobile e expansão para o Ensino Médio

Os rapazes anunciam para outubro a versão mobile do PD, para iOS e Android. E têm o plano audacioso de expandir o acesso à rede a usuários não vinculados a universidades, para que todos possam se beneficiar do conhecimento arquivado no banco de dados. Outra etapa do projeto é abrir o PD para o Ensino Médio.

Acesse o Passei Direto e descubra uma nova forma de estudar, que está dando muito que falar nos corredores das universidades: www.passeidireto.com.

Com informações do G1 e  Administradores

Com 250 milhões de usuários ativos, o WhatsApp já é maior que o Twitter

O WhatsApp anunciou que possui atualmente mais de 250 milhões de usuários ativos mensais. O número é realmente impressionante, pois ultrapassa a marca de 200 milhões de usuários ativos anunciados pelo Twitter no final do ano passado.

whatsapp

A declaração foi feita ao The Wall Street Journal, que aproveitou para citar a preocupação de muitas empresas em relação ao crescimento do WhatsApp, entre elas as operadoras de telecomunicações. Isso porque as operadoras estão vendo seus enormes lucros com SMS escorrerem pelo ralo, enquanto os usuários preferem pagar os US$ 0,99 (pouco mais de R$ 2) anuais — ou a taxa única, em caso de iPhones — para conversar livremente pelo aplicativo. Para ter uma ideia, o WhatsApp custou cerca de 18 bilhões de euros para as operadoras em 2012.

O Facebook também não está muito contente com essa história, já que boa parte de seu tráfego provém da troca de mensagens entre os usuários na rede social. Sem contar que ele é um concorrente direto para o aplicativo de mensagens da empresa de Mark Zuckerberg. Isso porque, nos Estados Unidos, o WhatsApp ocupa o primeiro lugar da lista de aplicativos pagos mais baixados para iPhone, e está classificado em 31º lugar na lista de downloads de aplicativos gratuitos para Android no país.

Essa é a primeira vez que o WhatsApp revela seu número bruto de usuários, mas em abril o executivo-chefe da empresa, Jan Koum, deu uma pista dizendo no palco de uma conferência que o WhatsApp já era maior que o Twitter.

A grande razão para a popularidade do aplicativo é que ele permite ao usuário enviar mensagens rápidas, sem pagar taxas elevadas. Sem contar o fato de oferecer ferramentas de envio de fotos, vídeos, e até mesmo permitir a criação de grupos para conversar com diversos contatos ao mesmo tempo.

Fonte: R7.com/Canaltech

Facebook lança sistema de “contas verificadas” semelhante a existente no Twitter

facebook-conta-verificada

O Facebook lançou na quarta-feira (29) seu sistema de verificação de contas. Por meio dele, agora é possível distinguir páginas e perfis de personalidades entre os vários fakes que, normalmente, existem deles.

De acordo com o Mashable, o sistema não será disponibilizado para todas as pessoas. O foco são celebridades, políticos, marcas populares e alguns jornalistas famosos.

O símbolo de “conta verificada” é bem parecido com o do Twitter e é exibido no topo das páginas, bem como nas miniaturas apresentadas em resultados de busca.

No Acre, alguns políticos possuem páginas fakes no facebook que são usadas para denegrir sua imagem. Durante as eleições no Estado, o candidato Tião Bocalom foi surpreendidos com uma perfil falso no twitter (veja aqui) que fazia publicações falsas sobre sua campanha.

Atualmente, o Governador Tião Viana também é vítima de um perfil fake no Facebook que realiza publicações zombadoras de suas ações, porém, o perfil não usa um foto de Viana no perfil e sim um desenho sua pessoa.

Não se sabe se todos os políticos terão acesso a ferramenta para oficializar sua conta ou somente os presidentes, como o caso do Barack Obama, dos EUA.

Da redação do AcreTI.net, com informações do Administradores.com