Arquivo do autor:Thais Fraga

Microsoft paga 100 mil dólares por falhas no Windows 8.1

O Windows 8.1 começa a ganhar uma importância cada vez maior junto da Microsoft. Muito se espera desta nova versão do Windows e do que vai trazer de novo para os seus utilizadores.

A Microsoft confia plenamente nas capacidades do seu novo sistema operativo e por isso resolveu atribuir prêmios monetários para quem descobrir problemas de segurança no novo Windows 8.1.

Windows_8_Start

De acordo com o que foi publicado no site de segurança da Microsoft, esta empresa está a atribuir prêmios de 100 mil dólares a quem descobrir problemas de segurança associados à versão Windows 8.1 Preview do seu mais recente sistema operativo.

Por fim a Microsoft oferece ainda um prêmio de 11 mil dólares a quem descobrir vulnerabilidades críticas na versão Preview do Internet Explorer 11, que vai correr no Windows 8.1.Estes prêmios são acrescidos de 50 mil dólares se for dada uma indicação que possa ajudar a mitigar e a resolver o problema que foi encontrado.

Este tipo de técnica de recompensa por detecção de falhas não é normal na Microsoft, mas a confiança no seu novo sistema operativo leva-a a tomar estas medidas.

A decisão da mudança de postura da Microsoft e a adoção deste modelo prende-se, segundo a empresa, na necessidade de tomar conhecimento destas falhas de forma antecipada e para aumentar o ganho para ambas as partes envolvidas no processo (Microsoft e consumidores).

Este programa iniciou-se no dia 26 de Junho, data de lançamento oficial da versão Preview do Windows 8.1.

Com 250 milhões de usuários ativos, o WhatsApp já é maior que o Twitter

O WhatsApp anunciou que possui atualmente mais de 250 milhões de usuários ativos mensais. O número é realmente impressionante, pois ultrapassa a marca de 200 milhões de usuários ativos anunciados pelo Twitter no final do ano passado.

whatsapp

A declaração foi feita ao The Wall Street Journal, que aproveitou para citar a preocupação de muitas empresas em relação ao crescimento do WhatsApp, entre elas as operadoras de telecomunicações. Isso porque as operadoras estão vendo seus enormes lucros com SMS escorrerem pelo ralo, enquanto os usuários preferem pagar os US$ 0,99 (pouco mais de R$ 2) anuais — ou a taxa única, em caso de iPhones — para conversar livremente pelo aplicativo. Para ter uma ideia, o WhatsApp custou cerca de 18 bilhões de euros para as operadoras em 2012.

O Facebook também não está muito contente com essa história, já que boa parte de seu tráfego provém da troca de mensagens entre os usuários na rede social. Sem contar que ele é um concorrente direto para o aplicativo de mensagens da empresa de Mark Zuckerberg. Isso porque, nos Estados Unidos, o WhatsApp ocupa o primeiro lugar da lista de aplicativos pagos mais baixados para iPhone, e está classificado em 31º lugar na lista de downloads de aplicativos gratuitos para Android no país.

Essa é a primeira vez que o WhatsApp revela seu número bruto de usuários, mas em abril o executivo-chefe da empresa, Jan Koum, deu uma pista dizendo no palco de uma conferência que o WhatsApp já era maior que o Twitter.

A grande razão para a popularidade do aplicativo é que ele permite ao usuário enviar mensagens rápidas, sem pagar taxas elevadas. Sem contar o fato de oferecer ferramentas de envio de fotos, vídeos, e até mesmo permitir a criação de grupos para conversar com diversos contatos ao mesmo tempo.

Fonte: R7.com/Canaltech